Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Heroísmos

Eu temo muito o mar, o mar enorme,
Solene, enraivecido, turbulento,
Erguido em vagalhões, rugindo ao vento;
O mar sublime, o mar que nunca dorme.

Eu temo o largo mar, rebelde, informe,
De vítimas famélico, sedento,
E creio ouvir em cada seu lamento
Os ruídos dum túmulo disforme.

Contudo, num barquinho transparente,
No seu dorso feroz vou blasonar,
Tufada a vela e n'água quase assente,

E ouvindo muito ao perto o seu bramar,
Eu rindo, sem cuidados, simplesmente,
Escarro, com desdém, no grande mar!

Publicado por Pseudónimo às 11:11
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Desastre

Ele ia numa maca, em ânsias, contrafeito, Soltando fundos ais e trêmulos queixumes; Caíra dum andaime e dera com o pei...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 11:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

Loira

Eu descia o Chiado lentamente Parando junto às montras dos livreiros Quando passaste irônica e insolente, Mal pousand...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 11:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Num bairro moderno

Dez horas da manhã; os transparentes Matizam uma casa apalaçada; Pelos jardins estancam-se as nascentes, E fere a vis...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 17:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Lágrimas

Ela chorava muito e muito, aos cantos, Frenética, com gestos desabridos; Nos cabelos, em ânsias desprendidos Brilhava...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 15:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Noites Gélidas

Merina Rosto comprido, airosa, angelical, macia, Por vezes, a alemã que eu sigo e que me agrada, Mais alva que o lua...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 15:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Lúbrica

Mandaste-me dizer, No teu bilhete ardente, Que hás de por mim morrer, Morrer muito contente. Lançastes, no papel A...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 15:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Manias

O mundo é velha cena ensanguentada. Coberta de remendos, picaresca; A vida é chula farsa assobiada, Ou selvagem tragé...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 15:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Cinismos

Eu hei de lhe falar lugubremente Do meu amor enorme e massacrado, Falar-lhe com a luz e a fé dum crente. Hei de expo...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 15:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Esplêndida

Ei-la! Como vai bela! Os esplendores Do lúbrico Versailles do Rei-Sol! Aumenta-os com retoques sedutores. É como o re...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 15:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Poema a uma irmã

I Unicamente, a minha doce irmã, Como uma ténue e imaculada rosa, Dava a nota galante e melindrosa Na trabalheira rústi...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 15:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Nós

I Foi quando em dois verões, seguidamente, a Febre E a Cólera também andaram na cidade, Que esta população, com um ter...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

De tarde

Naquele pique-nique de burguesas, Houve uma coisa simplesmente bela, E que, sem ter história nem grandezas, Em todo o ca...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Vaidosa

Dizem que tu és pura como um lírio E mais fria e insensível que o granito, E que eu que passo aí por favorito Vivo louco...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Horas mortas

O tecto fundo de oxigénio, de ar, Estende-se ao comprido, ao meio das trapeiras; Vêm lágrimas de luz dos astros com olhe...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Noite fechada

Toca-se às grades, nas cadeias. Som Que mortifica e deixa umas loucuras mansas! O Aljube, em que hoje estão velhinhas e ...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Ao gás

E saio. A noite pesa, esmaga. Nos Passeios de lajedo arrastam-se as impuras. Ó moles hospitais! Sai das embocaduras Um s...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Avé Marias

Nas nossas ruas, ao anoitecer, Há tal soturnidade, há tal melancolia, Que as sombras, o bulício, o Tejo, a maresia Despe...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

Deslumbramentos

Milady, é perigoso contemplá-la, Quando passa aromática e normal, Com seu tipo tão nobre e tão de sala, Com seus gestos ...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:37
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009

A débil

Eu, que sou feio, sólido, leal, A ti, que és bela, frágil, assustada, Quero estimar-te, sempre, recatada Numa existência...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 14:34
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 6 de Março de 2007

Cabellos

O vagas de cabello esparsas longamente, Que sois o vasto espelho onde eu me vou mirar, E tendes o crystal d'um lago refu...

Ler artigo
Publicado por Pseudónimo às 19:23
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

::Com Todas As Letras

::Procurar

 

::Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

::Novos Artigos

:: Heroísmos

:: Desastre

:: Loira

:: Num bairro moderno

:: Lágrimas

:: Noites Gélidas

:: Lúbrica

:: Manias

:: Cinismos

:: Esplêndida

:: Poema a uma irmã

:: Nós

:: De tarde

:: Vaidosa

:: Horas mortas

:: Noite fechada

:: Ao gás

:: Avé Marias

:: Deslumbramentos

:: A débil

:: Cabellos

::Autores

:: a. ramos rosa(1)

:: abilio terra junior(5)

:: abreu paxe(3)

:: agostinho neto(3)

:: aires almeida santos(2)

:: alda lara(4)

:: alexandre dáskalos(1)

:: alexandre garcia(15)

:: alexandre o'neill(6)

:: almada negreiros(21)

:: almeida garrett(4)

:: álvares azevedo(2)

:: ana c.(5)

:: ana paula tavares(4)

:: antero de abreu(2)

:: anthony félix(1)

:: antónio carlos jobim(1)

:: antónio gedeão(5)

:: antónio jacinto(3)

:: arlindo barbeitos(11)

:: ary dos santos(3)

:: bocage(1)

:: boris vian(1)

:: carlos drummond de andrade(4)

:: castro alves(1)

:: cecília meireles(4)

:: célia meireles(1)

:: cesário verde(21)

:: charles bukowski(1)

:: conceição cristóvão(5)

:: david mestre(3)

:: diana vaz(18)

:: eloisa pereira(1)

:: ernesto lara filho(1)

:: eugénio de andrade(24)

:: federico garcía lorca(1)

:: félix grande(1)

:: fernando assis pacheco(1)

:: fernando guimarães(1)

:: fernando pessoa(186)

:: florbela espanca(18)

:: geraldo altoé(1)

:: guerra junqueiro(1)

:: helena faria monteiro(6)

:: henrique lisboa(1)

:: herberto helder(2)

:: hermes fontes(10)

:: inês reis(1)

:: irondino teixeira aguiar(1)

:: jaime sabines(1)

:: jessé barbosa de oliveira(1)

:: joão de melo(2)

:: joão maimona(1)

:: joão rasteiro(20)

:: joão tala(5)

:: jorge arrimar(2)

:: jorge casimiro(3)

:: jorge castro(1)

:: jorge de sena(5)

:: josé gomes ferreira(1)

:: josé luis mendonça(4)

:: josé luís peixoto(1)

:: josé saramago(14)

:: júlia lello(1)

:: letra de carlos tê (rui veloso)(1)

:: liliana correia(1)

:: lopito feijó(3)

:: luís de camões(56)

:: luiz pacheco(1)

:: lurdes mendes da costa(1)

:: malume medeiros(1)

:: manuel alegre(1)

:: manuel bandeira(16)

:: manuel c. amor(30)

:: manuel rui monteiro(3)

:: maria(1)

:: maria joão cantinho(1)

:: mário antónio(4)

:: mário henrique leiria(1)

:: marta david(1)

:: miguel torga(31)

:: minês castanheira(1)

:: murilo mendes(5)

:: nuno júdice(11)

:: nuno travanca(4)

:: oscar silbiger(1)

:: oswald de andrade(1)

:: pablo neruda(1)

:: papiniano carlos(1)

:: paulo ramos(1)

:: pedro laranjeira(1)

:: pedro mota(1)

:: piriska grecco(1)

:: rui duarte carvalho(6)

:: sá-carneiro(16)

:: sérgio godinho(8)

:: sérgio xarepe(4)

:: silvia munhoz(12)

:: vinicius de moraes(10)

:: viriato da cruz(6)

:: todas as tags

::Arquivos

::Links

::Ligações

Thomar Vrbe Tomar Sentido Rádio Comunicação Nova. Blogue José Saramago Alicerces Alquimia Submersa Da Literatura

::GameForge

blogs SAPO

::subscrever feeds