Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2007

A Moleirinha

Pela estrada plana, toque, toque, toque,
Guia o jumentinho uma velhinha errante.
Como vão ligeiros, ambos a reboque,
Antes que anoiteça, toque, toque, toque,
A velhinha atrás, o jumentito adiante!...

Toque, toque, a velha vai para o moinho,
Tem oitenta anos, bem bonito rol!...
E contudo alegre como um passarinho,
Toque, toque, e fresca como o branco linho,
De manhã nas relvas a corar ao sol.

Vai sem cabeçada, em liberdade franca,
O jerico ruço duma linda cor;
Nunca foi ferrado, nunca usou retranca,
Tange-o, toque, toque, a moleirinha branca
Com o galho verde duma giesta em flor.

Vendo esta velhita, encarquilhada e benta,
Toque, toque, toque, que recordação!
Minha avó ceguinha se me representa...
Tinha eu seis anos, tinha ela oitenta,
Quem me fez o berço fez-lhe o seu caixão!...

Toque, toque, toque, lindo burriquito,
Para as minhas filhas quem mo dera a mim!
Nada mais gracioso, nada mais bonito!
Quando a virgem pura foi para o Egipto,
Com certeza ia num burrico assim.

Toque, toque, é tarde, moleirinha santa!
Nascem as estrelas, vivas, em cardume...
Toque, toque, toque, e quando o galo canta,
Logo a moleirinha, toque, se levanta,
P’ra vestir os netos, p’ra acender o lume...

Toque, toque, toque, como se espaneja,
Lindo o jumentinho pela estrada chã!
Tão ingénuo e humilde, dá-me, salvo seja,
Dá-me até vontade de o levar à igreja,
Baptizar-lhe a alma, p’ra a fazer cristã!

Toque, toque, toque, e a moleirinha antiga,
Toda, toda branca, vai numa frescata...
Foi enfarinhada, sorridente amiga,
Pela mó da azenha com farinha triga,
Pelos anjos loiros com luar de prata!...

Toque, toque, como o burriquito avança!
Que prazer d’outrora para os olhos meus!
Minha avó contou-me quando fui criança,
Que era assim tal qual a jumentinha mansa
Que adorou nas palhas o menino Deus...

Toque, toque, é noite... ouvem-se ao longe os sinos,
Moleirinha branca, branca de luar!...
Toque, toque, e os astros abrem diamantinos,
Como estremunhados querubins divinos,
Os olhitos meigos para a ver passar...

Toque, toque, e vendo sideral tesoiro,
Entre os milhões d’astros o luar sem véu,
O burrico pensa: Quanto milho loiro!
Quem será que mói estas farinhas d’oiro
Com a mó de jaspe que anda além no Céu!
</span>
Publicado por Pseudónimo às 18:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

::Com Todas As Letras

::Procurar

 

::Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

::Novos Artigos

:: A Moleirinha

::Autores

:: a. ramos rosa(1)

:: abilio terra junior(5)

:: abreu paxe(3)

:: agostinho neto(3)

:: aires almeida santos(2)

:: alda lara(4)

:: alexandre dáskalos(1)

:: alexandre garcia(15)

:: alexandre o'neill(6)

:: almada negreiros(21)

:: almeida garrett(4)

:: álvares azevedo(2)

:: ana c.(5)

:: ana paula tavares(4)

:: antero de abreu(2)

:: anthony félix(1)

:: antónio carlos jobim(1)

:: antónio gedeão(5)

:: antónio jacinto(3)

:: arlindo barbeitos(11)

:: ary dos santos(3)

:: bocage(1)

:: boris vian(1)

:: carlos drummond de andrade(4)

:: castro alves(1)

:: cecília meireles(4)

:: célia meireles(1)

:: cesário verde(21)

:: charles bukowski(1)

:: conceição cristóvão(5)

:: david mestre(3)

:: diana vaz(18)

:: eloisa pereira(1)

:: ernesto lara filho(1)

:: eugénio de andrade(24)

:: federico garcía lorca(1)

:: félix grande(1)

:: fernando assis pacheco(1)

:: fernando guimarães(1)

:: fernando pessoa(186)

:: florbela espanca(18)

:: geraldo altoé(1)

:: guerra junqueiro(1)

:: helena faria monteiro(6)

:: henrique lisboa(1)

:: herberto helder(2)

:: hermes fontes(10)

:: inês reis(1)

:: irondino teixeira aguiar(1)

:: jaime sabines(1)

:: jessé barbosa de oliveira(1)

:: joão de melo(2)

:: joão maimona(1)

:: joão rasteiro(20)

:: joão tala(5)

:: jorge arrimar(2)

:: jorge casimiro(3)

:: jorge castro(1)

:: jorge de sena(5)

:: josé gomes ferreira(1)

:: josé luis mendonça(4)

:: josé luís peixoto(1)

:: josé saramago(14)

:: júlia lello(1)

:: letra de carlos tê (rui veloso)(1)

:: liliana correia(1)

:: lopito feijó(3)

:: luís de camões(56)

:: luiz pacheco(1)

:: lurdes mendes da costa(1)

:: malume medeiros(1)

:: manuel alegre(1)

:: manuel bandeira(16)

:: manuel c. amor(30)

:: manuel rui monteiro(3)

:: maria(1)

:: maria joão cantinho(1)

:: mário antónio(4)

:: mário henrique leiria(1)

:: marta david(1)

:: miguel torga(31)

:: minês castanheira(1)

:: murilo mendes(5)

:: nuno júdice(11)

:: nuno travanca(4)

:: oscar silbiger(1)

:: oswald de andrade(1)

:: pablo neruda(1)

:: papiniano carlos(1)

:: paulo ramos(1)

:: pedro laranjeira(1)

:: pedro mota(1)

:: piriska grecco(1)

:: rui duarte carvalho(6)

:: sá-carneiro(16)

:: sérgio godinho(8)

:: sérgio xarepe(4)

:: silvia munhoz(12)

:: vinicius de moraes(10)

:: viriato da cruz(6)

:: todas as tags

::Arquivos

::Links

::Ligações

Thomar Vrbe Tomar Sentido Rádio Comunicação Nova. Blogue José Saramago Alicerces Alquimia Submersa Da Literatura

::GameForge

blogs SAPO

::subscrever feeds